Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

FCO emprestou R$ 378 mi no semestre

16 AGO 10 - 22h:56
O Estado também atrai  empresários interessados em fianciamentos do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), regulamentado pela Constituição de 1988, que criou ainda fundos de desenvolvimento para as regiões Norte e Nordeste. No primeiro semestre deste ano, o fundo financiou 4,7 mil empreendimentos com R$ 378 milhões, conforme a Secretaria de Produção e Turismo de MS (Seprotur). Até o fim de 2010, quase R$ 1 bilhão deve ser emprestado. Na região, o montante será de R$ 4,9 bilhões.
Existem ainda linhas de capital e de giro tradicionais disponíveis nos bancos de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Interamericano (BID) e do Extremo Sul (BRDE). Os empréstimos podem chegar a R$ 100 milhões para diversas áreas. Juros podem alcançar 10% ao ano e os prazos de pagamento 20 anos.
De acordo com a secretária de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa, “o FCO continua sendo a grande ferramenta para o desenvolvimento do Centro-Oeste, contudo esse dinheiro só é favorável quando está nas mãos de quem está produzindo. Com toda sua burocracia e responsabilidade o Banco do Brasil é hoje um grande parceiro e incentivador do desenvolvimento”. (CHB)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Para Rui Costa, Haddad tem prioridade para corrida presidencial
ELEIÇÕES 2022

Para Rui Costa, Haddad tem prioridade para corrida presidencial

REFORÇO

Marinho: civis contratados para atendimento no INSS terão adicional de 30%

Muriel promete força total contra o Rubro-Negro no clássico Fla-Flu
TAÇA GUANABARA

Muriel promete força total contra o Rubro-Negro no clássico Fla-Flu

Temporal atinge Campo Grande e Defesa Civil emite alerta
CHUVA FORTE

Temporal atinge Campo Grande e Defesa Civil emite alerta

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião