quinta, 19 de julho de 2018

INVESTIMENTOS

FCO aprova projetos no valor de R$ 108 milhões em MS

28 JAN 2011Por DA REDAÇÃO17h:03

A primeira reunião do ano do Conselho Estadual do FCO em Mato Grosso do Sul foi finalizada na tarde de ontem com a aprovação de 216 cartas-consulta no valor de R$ 108 milhões. Os recursos serão destinados a implantação, expansão e modernização de empreendimentos em 21 municípios do Estado. O orçamento do Fundo para a região Centro-Oeste esse ano é da ordem de R$ 5,3 bilhões, sendo destinado à Mato Grosso do Sul R$ 1,23 bilhão.

Um importante projeto deliberado pelo Conselho foi para uma empresa do setor eletrometalúrgico, para reforma e ampliação das instalações no Distrito Industrial de Campo Grande. O investimento de R$ 49,6 milhões para implantação de uma nova linha de produção metal-mecânico vai incrementar em cerca de 25% a capacidade instalada, ampliando, por exemplo, a produção de fechaduras de 25 mil para 37,5 mil unidades/dia e assim somando uma produção mensal de 750 mil fechaduras. A empresa prevê a geração de 670 empregos diretos quando alcançar o pleno funcionamento da unidade fabril.

Outros destaques foram para os projetos de financiamento para implantação de floresta de eucalipto para fins energéticos e madeireiro (nos municípios de Inocência, Coxim, Batayporã e Dourados, cujo investimento soma R$ 1,3 milhão), para aquisição de matrizes bovinas (nos municípios de Água Clara, Sonora e Aquidauana, no valor total de R$ 2,3 milhões), para reforma de pastagens (nos municípios de Pedro Gomes e Porto Murtinho, no valor de R$ 1,7 milhão), para projetos nas áreas de comércio e serviços (nos municípios de Três Lagoas, Campo Grande, Glória de Dourados, Nova Andradina, Eldorado e Mundo Novo, no valor de R$ 4,5 milhões), para renovação de canavial (em Sonora, no valor de R$ 6,4 milhões), entre outros.

Os novos investimentos vão beneficiar os seguintes municípios: Campo Grande, Três Lagoas, Glória de Dourados, Sonora, Chapadão do Sul, Nova Andradina, Eldorado, Mundo Novo, Vicentina, Rio Brilhante, Inocência, Aquidauana, Coxim, Batayporã, Pedro Gomes, Porto Murtinho, Corumbá, Bonito, Laguna Carapã, Caarapó e Água Clara.

Entre os 216 pleitos aprovados (em pauta estavam 230 - ), 190 projetos são de cartas-consulta simplificadas - 144 rural e 46 empresarial no valor de R$36,9 milhões.

Leia Também