Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Família fica refém de ladrões dentro de casa

11 AGO 10 - 07h:21
karine cortez

A família de um bancário aposentado, de 53 anos, incluindo a esposa dele e três crianças, ficou refém de bandidos na noite de terça-feira, dentro da própria casa, no Bairro Monte Castelo, em Campo Grande. Depois de invadirem o imóvel, por volta das 21h, os assaltantes renderam e amarraram a família,  mantendo as vítimas sob a mira de um revólver, enquanto os demais ladrões recolhiam objetos de valor existentes na casa. Eles pretendiam fugir com os produtos no veículo da vítima, mas a ação acabou sendo interceptada por um policial militar, capitão Dióscuro Martins Braga, que é vizinho do bancário e foi informado por outro morador sobre a movimentação estranha na residência. Ao tomar conhecimento de que se tratava de mais de um bandido, o policial solicitou reforço das equipes do 9º batalhão e da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) que fecharam o cerco em todo o quarteirão.
O capitão Braga contou que um dos vizinhos viu quando um rapaz pulou o muro da residência da vítima e decidiu ligar para a casa do bancário, mas ninguém atendeu ao telefone. Desconfiado ele ligou para o capitão que estava de folga e foi até a frente do imóvel. “Somos policial 24 horas e eu não poderia ignorar o fato. Mas, como haviam vários bandidos não entrei sozinho, porque poderia colocar em risco a família das vítimas. Com a chegada do reforço decidimos entrar”, disse. Ainda, segundo o capitão, os bandidos tentaram fugir pulando muro de outras residências, mas acabaram sendo capturados.
Os envolvidos, Anderson Ramos Cordeiro, 19 anos e Wedson Luiz Rodrigues Andrade, 18 anos, tem extensa ficha criminal, inclusive, quando ainda eram menor de idade. Wedson chegou a responder pelo crime de homicídio doloso – quando há intenção de matar – e tráfico de drogas. Já o outro assaltante, L.A.S, 15 anos, não tinha passagem pela polícia e agora vai responder pelo crime de roubo. Ao fugirem os bandidos ainda acabaram levando alguns pertences da família como um notebook, celulares e um relógio.
De acordo com o capitão Braga, os assaltantes disseram que chegaram ao local de ônibus e ao passarem em frente ao imóvel perceberam que não havia cerca elétrica e decidiram entrar. Dois dos envolvidos no crime moram no Jardim Montevidéo e Anderson, no Bosque da Esperança. Eles estavam armados com um revólver calibre 38 e outro de calibre 22.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Índice de Confiança do Empresário Industrial fica estável pelo 3º mês

ECONOMIA

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês

BRASIL

Governo libera orçamento de universidades federais

BRASIL

Bolsonaro sanciona lei com crédito suplementar para ministérios

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião