Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPANHA

Família de criança morta sem socorro do Samu pede ajuda

Família de criança morta sem socorro do Samu pede ajuda
13/03/2014 08:39 - daniel campos


Conhecidos, parentes e amigos do garoto Heber Caio Ribeiro, 8 anos, que morreu sexta-feira passada, em Campo Grande, vítima de uma parada cardiorrespiratória, supostamente motivada por complicações alérgicas ao medicamento Torsilax, promovem uma campanha para arrecadar doações para a família do menino. A mãe dele chamou uma viatura do Samu, que não foi ao local, e o menino morreu num posto de saúde depois que o vizinho o transportou até lá.

Segundo informações dos parentes, após a morte do Heber, seu pai Robson Silva Ribeiro, 38 anos, vigilante que atuava como segurança de boate, está sem condições de retornar ao trabalho e, por não ter a carteira assinada, não tem seus direitos assegurados pelas normas trabalhistas.

Heber Caio era um dos sete filhos de Robson Silva. Quem for ajudar a família entre em contato com Andréia Chaves, 9287-0974, ou Adriana Barbosa, 9210-9561. 

Felpuda


Engana-se quem acha que diminuiu a voracidade de ter fatia de cobiçado bolo por parte de “quem manda”. O recuo realmente houve, mas só por enquanto e por uma questão de estratégia, até porque, nas primeiras investidas, as portas não se abriram. E continuam fechadas. Mas quem conhece bem a dita figurinha aposta que ela não desistirá até encontrar, digamos,  um “chaveiro amigo”. Essa gente não sossega nem diante da pandemia... Afe!