Segunda, 11 de Dezembro de 2017

drama

Família abre mão de tratamento de menino com câncer terminal

20 FEV 2014Por R718h:57

Após ser diagnosticado com câncer terminal, a família de Reece Puddington, de 11 anos, resolveu abrir mão do tratamento do menino contra o câncer de fígado. Ele foi diagnosticado com a doença em maio de 2008, mas superou o problema. Porém, em 2010, o tumor voltou, desta vez, de forma devastadora. As informações são do site Daily Mail.

Logo após a decisão de sua mãe, Puddington registrou em sua página no Facebook em um post intitulado The Beginning of the End (O Começo do Fim – tradução) o que sentiu quando sua família resolveu parar o tratamento.

Leia o texto na íntegra:
“Como vocês sabem, após os resultados da última verificação, fui mandado para casa para descansar. Eu deveria pensar no que iria fazer com minha vida. Me deram duas opções: optar por outro tratamento — mais isso faria com que tivesse que ir e vir para hospital e tivesse que lidar com os efeitos colaterais. Porém, isso também poderia prolongar minha vida. A outra opção seria não fazer nada, ficar em casa e deixar a natureza seguir seu rumo, o que faria com que eu fosse perdendo minha vida aos poucos.

Minha mãe sempre achou que, depois de seis anos de batalha, ela teria a coragem de dizer o momento em que não aguentasse mais esse sofrimento. Depois de pensar muito, ela entendeu que se eu continuasse com os tratamentos, ela estaria fazendo isso por ela, não pela minha saúde. O melhor que ela tinha a fazer por mim, era me deixar ir embora. Bom, ela está me deixando ir” .

Na sua página, muitas pessoas se mostraram solidárias ao menino, tentando confortar ele e sua família. Em uma das mensagens, um internauta demonstrou admiração pela decisão da família.

— Você é um jovem inspirador e sua mãe é muito corajosa. Ela deve te amar muito. Ainda vou rezar por um milagre para você  

Leia Também