domingo, 15 de julho de 2018

REGIÃO CENTRAL

Falta de vagas em shoppings agravará caos no trânsito

14 OUT 2010Por Silvia Tada, Carlos Henrique Braga02h:09



Com a criação de dois empreendimentos comerciais e ampliação de um terceiro, todos no centro de Campo Grande, o trânsito na região deve ficar ainda mais complicado e estacionar pode ser tarefa difícil. No total, os novos shoppings preveem o oferecimento de 3,5 mil vagas para carros e motos, que se somam às vagas controladas pelo parquímetro (Flexpark), nas vias públicas.
O Shopping 26 de Agosto, de caráter popular, voltado para as classes C e D, terá 400 vagas, em dois pisos, um subsolo e outro no último andar. Serão 550 novas lojas, o que dá menos de uma vaga para cada estabelecimento. Para se ter uma ideia, no Shopping Campo Grande, que a cada dia registra trânsito mais complicado e falta de vagas para estacionar, há 1,8 mil vagas e 150 lojas.
Previsto para iniciar as obras em 2011, o Shopping Cidade Morena foi concebido para contar com sete pisos de estacionamento, totalizando 1,6 mil vagas. No entanto, na primeira fase, serão feitos três pavimentos de estacionamento e, posteriormente, outros quatro.
O atual Shopping Norte-Sul Plaza, na Avenida Ernesto Geisel, deve multiplicar o espaço disponível para veículos, com a ampliação do empreendimento. De acordo com a assessoria de imprensa, o local contará com 1,5 mil vagas quando estiver concluído.

Legislação
De acordo com a Lei Complementar 74/2005, para a aprovação de novos shoppings o cálculo é de uma vaga para veículos a cada 35 metros quadrados de área construída, conforme explicou o secretário-adjunto da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur), João Alberto Borges dos Santos.
“Antes da instalação do empreendimento é exigido um estudo do impacto de vizinhança, que leva em consideração o trânsito, a paisagem urbana, entre outros aspectos”, afirmou. No caso dos novos centros comerciais, todos foram aprovados pela Semadur.

Leia Também