Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Falta de medicamentos suspendeu cirurgias

Falta de medicamentos suspendeu cirurgias
19/01/2010 08:04 - NEIBA OTA E BRUNO GRUBERTT


Por falta de anestésicos, cirurgias eletivas da Santa Casa ficaram suspensas por quase uma semana. Ontem, por volta das 17h, segundo assessoria de comunicação do hospita l, a prestação deste serviço foi normalizada depois do recebimento de medicamentos emprestados pelo Hospital Regional. De acordo com assessoria, houve falhas de empresas contratadas na entrega de 20 medicamentos utilizados no hospital. Desta maneira, foram mantidas somente as cirurgias em casos de urgência e emergência. Ao ser questionada sobre a quantidade de cirurgias eletivas canceladas da última terça-feira até ontem de manhã, a assessoria não forneceu os números, nem detalhes sobre os tipos dos medicamentos em falta e o que foi emprestado do Hospital Regional. Palpite O secretário Municipal de Saúde, Lu iz Henrique Mandetta, informou ontem que não tinha conhecimento sobre o problema na Santa Casa. Mas ele apresentou palpite de que o hospital deveria estar enfrentando d i ficu ldades fi na nceiras para comprar medicamentos devido à decisão na semana passada do juiz Amaury da Silva, de que a entidade não poderia fazer empréstimos de R$ 14 milhões da Caixa Econômica Federal. Segundo Mandetta, a Junta Administrativa da Santa Casa trabalhava para readequar a planilha de custos e investimentos, agora, sem contar com as verbas do empréstimo cancelado.

Felpuda


Nos bastidores poderosos, comentários são de que dois pretensos pré-candidatos estão deixando em polvorosa quem tinha quase certeza de que tudo estava em total “céu de brigadeiro”. Assim, enquanto ambos se movimentam aqui e acolá, o lado de lá está pensando no que fazer para evitar futuro confronto. Vale ressaltar que a dupla tem experiência que só no campo de guerra das eleições – e o desempenho não ficou a desejar.