Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Falha no iOS deixa invasores monitorarem tudo aquilo que você digita

27 FEV 14 - 04h:00info

Pesquisadores da FireEye encontraram nesta semana mais uma brecha de segurança em aparelhos com iOS. A falha atinge mesmo a última versão do sistema, a 7.0.6, e permite que invasores que não são a NSA monitorem, com a ajuda de um app em segundo plano, tudo que um usuário digita ou pressiona em iPhones, iPads e iPods Touch.

A descoberta foi divulgada em um post no blog da companhia. Nele, os especialistas demonstram como conseguiram usar um aplicativo-conceito para registrar quaisquer botões – incluindo o Home e os de volume – ou teclas que fossem apertados, gerando uma espécie de log com os comandos.

A vulnerabilidade foi testada em um iPhone 5s sem jailbreak que usava o iOS 7.0.4, mas também afeta aparelhos com as versões 6.1, 7.0.5 e até com a mais recente 7.0.6. Essa última, aliás, foi a responsável por corrigir o problema envolvendo a comunicação dos dispositivos com páginas protegidas por SSL, que por si só já havia prejudicado a imagem da Apple.

Qual o risco?

Por ora, não foram encontrados na App Store aplicativos que se aproveitassem da brecha. Mas no caso hipotético de um surgir antes de uma correção ser liberada, evitá-lo não seria tão difícil. Como o app problemático ficaria em execução no segundo plano, bastaria fechá-lo pelo gerenciador de tarefas (dois toques no botão Home) ou impedi-lo de se atualizar nas configurações – entre em “Geral” e depois em “Atualização em 2º Plano”.

O risco maior estaria em programas que poderiam se “disfarçar” de players de música, que precisam rodar por trás e podem dispensar as tais atualizações. Para acabar com um possível monitoramento feito por eles, só mesmo os fechando pelo gerenciador.

A FireEye afirmou estar trabalhando em conjunto com a Apple para solucionar o problema, mas um update com a correção ainda não foi liberado. Por ora, vale evitar baixar aplicativos desconhecidos pela App Store ou apelar para o sistema de multitarefa do sistema.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas
APONTA PESQUISA

Mais famílias campo-grandenses conseguem pagar as dívidas

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas
INTERIOR

Agehab dá dez dias para mutuários regularizarem dívidas

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS
DIZ MINISTRO

União agilizará reconhecimento de emergência por queimadas em MS

Investigações contra agressor de Bolsonaro podem ser retomadas
PRESO EM CAMPO GRANDE

Agressor de Bolsonaro pode voltar a ser investigado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião