Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Facebook pode prever quando você vai assumir um relacionamento

Facebook pode prever quando você vai assumir um relacionamento
18/02/2014 04:00 - purebreakF


 

Para comemorar o Dia dos Namorados gringo, o Facebook liberou essa semana uma série de dados referentes a essa data especial. Um deles revelou algo um tanto curioso: A rede social é capaz de prever quando você vai assumir um relacionamento. A gente já havia dito por aqui que o Facebook foi eleito a rede ideal para se arrumar namoro.

Na verdade, a notícia nem é assim tão impactante: a rede reúne uma série de estatísticas que mostram que, na fase de aproximação, quando duas pessoas começam a se relacionar, as interações entre elas aumentam. Óbvio né?

Segundo o Facebook, em média, essa fase dura uns 90 dias. No final do período, o volume de interações atinge a média de 1,67 posts por dia. No entanto, há uma queda no volume de interações poucos dias antes de o estado das duas pessoas mudar na rede social de "solteiro" para "em um relacionamento". A queda continua depois da alteração, até que o volume diário de posts chegue à média de 1,53.

Apesar da queda das interações "O conteúdo dessas interações fica mais carinhoso e positivo", diz Carlos Diuk, cientista de dados do Facebook, num artigo no blog Facebook Data Science. Ele também comentou que quando o relacionamento é assumido, "os casais decidem passar mais tempo juntos. As interações online são substituídas pelas interações físicas". #Own
 

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?