Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

Tsunami

Exportações brasileiras para o Japão podem ser prejudicadas

11 MAR 2011Por Agência Brasil16h:06

As exportações brasileiras de minério de ferro podem ser afetadas pelo tsunami ocorrido hoje (11) no Japão. Segundo o vice-presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil, José Augusto de Castro, o Japão é o terceiro maior comprador de minério de ferro do mundo e este é um dos principais produtos exportados pelo Brasil para o país asiático.

"O Brasil, como um todo, num primeiro momento, vai sentir o impacto negativo pela queda de preços, principalmente do minério de ferro. Isso porque o Japão tem uma economia industrial muito forte", afirmou.

Castro disse que o Japão exporta 50% do minério de ferro que consome, e o país é a terceira maior economia do mundo. "A terceira economia do mundo, reduzindo as suas importações, pode prejudicar toda a economia mundial", afirmou. Só no ano passado, o Brasil exportou para os japoneses mais de US$ 3 bilhões em minério de ferro.

Quanto aos produtos que o Brasil importa do Japão, Castro acredita que possam ser substituídos pelos fabricados em outros países, como a China. "O que importamos do Japão pode ser substituído por produtos de outros países da Ásia." É, por exemplo, o caso de automóveis, equipamentos para veículos e equipamentos eletrônicos.

"O principal problema são as exportações, e não as importações, porque não é possível substituir comprador, mas fornecedor, sim", enfatizou Castro.

Na madrugada de hoje (horário brasileiro), um terremoto de 8,8 graus na escala Richter atingiu o país e provocou tsunamis na costa do país.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também