Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EM JANEIRO

Exportação<br> do agronegócio<br> cai 11%

Exportação<br> do agronegócio<br> cai 11%
13/02/2014 08:45 - anba


Um dia depois de a presidente Dilma Rousseff participar de cerimônia de abertura da colheita da safra 2013/2014, com expectativa de produção recorde, e do governo anunciar que o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro deverá avançar 4% este ano, o Ministério da Agricultura (Mapa) informou nesta quarta-feira (12) que as exportações agropecuárias caíram 10,8% em janeiro, em comparação com o mesmo mês do ano passado, e ficaram em US$ 5,87 bilhões.

Segundo o Mapa, os produtos que mais contribuíram para a queda foram o milho, com recuo de 39,5% nos embarques, e os do complexo sucroalcooleiro, com redução de 26,6%. Aumentaram, no entanto, as vendas externas de produtos florestais e do complexo soja (grão, farelo e óleo).

Em valores absolutos, as exportações foram lideradas pelas carnes, com embarques de US$ 1,27 bilhão, valor semelhante ao registrado em janeiro de 2013, de acordo com o Mapa. As vendas de carne bovina aumentaram, ao passo que houve queda nas receitas com a carne suína e de frango.

Em seguida, em peso no faturamento das exportações, vêm o complexo sucroalcooleiro, produtos florestais, cereais, farinhas e preparações, e o complexo soja.

As importações de produtos do agronegócio se mantiveram praticamente estáveis em US$ 1,463 bilhão. Com isso, o saldo comercial do setor caiu 14% e ficou em US$ 4,41 bilhões em janeiro. De acordo com o Mapa, os destaques nas importações foram o trigo, os pescados e papel e celulose.

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.