domingo, 22 de julho de 2018

Ex-presidente de Israel considerado culpado de estupro

30 DEZ 2010Por Terra17h:48

O ex-presidente israelense Moshe Katzav foi declarado culpado, nesta quinta-feira, de violentar duas vezes a mesma funcionária, ao final de um processo de mais de quatro anos durante o qual alegou ter sido vítima de um "linchamento político".

O ex-chefe de Estado, de 65 anos, foi considerado culpado por um tribunal de Tel Aviv de dois estupros contra uma subordinada na época em que era ministro do Turismo, nos anos 90.

Ele também foi considerado culpado de atentado ao pudor, em dois atos, incluindo uma acusação de uso da força e assédio sexual, contra três funcionárias do ministério do Turismo e mais tarde da Presidência, para a qual foi eleito em 2000.

A pena de Katzav, que será anunciada em janeiro, pode variar de oito a 16 anos de prisão.

Leia Também