Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

São Paulo

Ex-prefeito suspeito de desviar recursos de merenda é solto

31 MAR 2011Por Folha11h:15

O ex-prefeito de Jandira (Grande São Paulo) Paulo Henrique Barjud, que tinha sido preso na manhã de quarta-feira (30), foi solto durante a noite a mando da Justiça. Ele tinha sido preso sob a acusação de manter em sua casa duas armas irregulares.

As duas armas (uma delas sem documento e outra com a documentação vencida) foram localizadas, segundo a Polícia Civil, durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na casa do ex-prefeito, em Jandira.

O mandado foi expedido pela Justiça porque Barjud, conhecido como Paulinho Bururu, é investigado pela polícia e Ministério Público Estadual sob suspeita de cobrar propina da empresa contratada para fornecer merenda escolar em Jandira, durante sua gestão à frente do município. Ele foi prefeito entre 2001 e 2008.

A investigação inclui dezenas de prefeitos e ex-prefeitos de cidades paulistas.

A Justiça também determinou o sequestro de dois imóveis de Barjud --em um condomínio de alto padrão em Jandira e outro em Caraguatatuba, no litoral de SP.

A investigação também atinge outros dois ex-funcionários públicos da cidade: Paulo Fernandes Cubaquini, ex-secretário de Educação, Damásio Nunes de Carvalho, ex-chefe do Departamento de Merenda Escolar.

Júlio Eduardo de Lima, que disputou e perdeu as últimas eleições municipais para prefeito em Jandira, também é suspeito de participar do esquema.

As casas dos três também foram vistoriadas pela Promotoria e Polícia Civil. Diversos documentos e dinheiro foram apreendidos.

.
 

Leia Também