Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 17 de janeiro de 2019

CAMPINAS

Ex-prefeito e ex-vereador dividem cela com nove

22 MAI 2011Por DA REDAÇÃO COM RAC DE CAMPINAS11h:30

 Os integrantes da ´"República de Mato Grosso do Sul" - o ex-prefeito de Corumbá, Ricardo Cândia e o ex-vereador de Campo Grande, Aurélio Cance Jr. - dividem uma cela onde estão os 11 presos na megaoperação da Polícia Civil de Campinas desencadeada na última sexta-feira visando apurar fraudes envolvendo a Sanasa. Dormem no chão e comem de marmitex. O cardápio de sábado foi arroz, feijão, farofa e carne. Ganharam também o direito de receber sobremesa. 

As visitas de familiares só serão permitidas a partir de amanhã (23).

A advogada  Maria José Costa Ferreira, de São Paulo, conseguiu autorização da Seccional da Polícia de Campinas para falar com seu cliente,  o empresário Luiz Arnaldo Pereira Mayer, que teve sua prisão temporária decretada dentro da megaoperação.

Maria José reclamou das condições em que se encontram seu cliente. 'Meu cachorro está colocado melhor que eles. As condições são subumanas. Não é possível que um ser humano viver nestas  condições', reclamou. a advogada que está tentando conseguir um habeaus corpus para seu cliente.

Foragidos

Das nove pessoas foragidas estão integrantes do alto escalão do governo campineiro: vice-prefeito Demétrio Vilagra (PT) e os secretários de Segurança, Carlos Henrique Pinto, e de Comunicação, Francisco de Lagos, que´já exerceu as mesmas funções em Campo Grande (MS).

Além deles, são considerados foragidos Ivan Goretti de Deus (Promotor de Eventos), Maurício de Paulo Manduca (Lobista), Emerson Geraldo de Oliveira (Lobista), José Carlos Cepera (Empresário - Pluriserv Serviços Técnicos Ltda.) , Gabriel Ibrahim Gutierrez, (Empresário - Gutierrez Empreendimentos e Participacoes Ltda) e Dalton dos Santos Avancini (Empresário – Consultora Camargo Correia).

Assista o vídeo:

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também