Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 15 de novembro de 2018

JUSTIÇA

Ex-PM pagará R$ 100 mil para filhos de homem que matou

19 JUL 2012Por TARYNE ZOTTINO16h:00

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) decidiu que um ex-policial-militar de Campo Grande terá de pagar pensão alimentícia de meio salário mínimo para cada um dos dois filhos do homem que matou com um tiro, no Bar do Beto, em 2001. De acordo com os menores de idade, o pai morreu por ter comentado com um amigo que não gostava de policiais.

Representados pela mãe, os filhos entraram com uma ação de reparação de danos materiais e morais contra o ex-policial e contra o Estado. A primeira sentença condenou o réu ao pagamento de pensão a no valor de um salário mínimo para cada filho, sob pena de multa diária de R$ 1 mil, até que eles completem 18 anos. Porém, os irmãos, o Estado e o ex-policial apelaram.

Os menores de idade receberão ainda R$ 50 mil cada, por danos morais, além do pagamento da pensão, que foi diminuída para meio salário por conta da situação econômica do réu, que se desligou de sua corporação em 2007 e atualmente trabalha como pedreiro. Ele também terá que pagar multa diária de R$ 100 caso descumpra o compromisso. O Estado não foi considerado culpado pois o autor do crime não estava fardado, em seu horário de expediente e não foi provado que o revólver usado era da corporação. 

(Com informações do TJMS)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também