Ex-governador não participará do IV Congresso do PT

Ex-governador não participará do IV Congresso do PT
17/02/2010 07:36 -


O ex-governador José Orcírio Miranda dos Santos não integrará a comitiva de Mato Grosso do Sul que vai participar do 4º Congresso Nacional do Partido dos Trabalhadores. O evento será aberto amanhã e se estenderá até sábado (20) quando petistas de todo o Brasil deverão referendar a indicação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, como pré-candidata da sigla à Presidência da República. “A princípio não vou. Não gosto muito de sair do Estado, de largar minha família. Curto muito minha neta e meu neto”, justificou, ontem, o ex-governador. Na verdade, José Orcírio entende que sua ausência no congresso não vai alterar decisões sobre a candidatura de Dilma, praticamente assegurada. Por isso, quer se concentrar em sua própria agenda de précampanha no Estado. Conforme o presidente do Diretório Regional do PT, Marcus Garcia, o senador Delcídio do Amaral confirmou presença no evento. “Os parlamentares participam como convidados. Os delegados são i nd icados por seus grupos e demais correntes do PT através do número de participantes do PED (Processo de Eleições Di ret as”, expl ica Ga rcia. Devido ao comparecimento de 16.159 petistas no PED realizado em novembro de 2009, o Estado tem direito a 45 delegados com direito a voto. (MS)
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".