Sábado, 17 de Fevereiro de 2018

ESTUDO

Estudo diz que libido e disposição para doenças entre homens mudam conforme país

16 OUT 2010Por FOLHA ONLINE23h:57

Se você é do sexo masculino e tem planos de mudar de país, saiba que sua libido e a disposição para doenças podem ser afetadas com a viagem.

O hormônio sexual masculino testosterona e o feminino estradiol estão relacionados a problemas de saúde que chegam com a idade, como câncer e perda da força óssea. Contudo, a suscetibilidade a essas enfermidades variam de país a país. Homens que vivem na Ásia, por exemplo, possuem predisposição menor de desenvolver câncer da próstata que a dos norte-americanos e europeus.

Laboratórios promovem "criação" de doenças sexuais, diz artigo
Falta de testosterona pode deixar o homem triste e mal-humorado
Pesquisas explicam o futebol e o comportamento dos jogadores

Para determinar o grau de hormônios sexuais que explicam essas diferenças, a pesquisadora Jane Cauley da Universidade de Pittsburgh (EUA) e sua equipe compararam os níves de testosterona e estradiol --apesar de ser conhecido como hormônio feminino, ele também é produzido pelos homens em menor quantidade-- em diferentes regiões geográficas.

Participaram do estudo cerca de 5.000 voluntários, na casa de seus 65 anos, residentes em Hong Kong, Japão, Suécia, Tobago e EUA.

Cauley descobriu que o nível de testosterona --responsável pela libido-- era similar entre homens da Suécia, Tobago e dos EUA, mas superior 16% dos de Hong Kong e Japão --os japoneses possuem o menor grau de testosterona ativo.

Contudo, os asiáticos que se mudaram para os EUA tinham níveis parecidos com os descendentes europeus, sugerindo que o ambiente onde vivem pode interferir na quantidade de testosterona do homem.

Os pesquisadores dizem que estudos geográficos sobre a variação dos hormônios viriam elucidar a influência do ambiente e dos genes nos riscos a doenças.

Leia Também