Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Maracaju-paranaguá

Estudo de ferrovia fica pronto ainda este mês

5 FEV 14 - 00h:00DA REDAÇÃO

O anteprojeto da ferrovia Maracaju-Paranaguá, que ligará a cidade sul-mato-grossense ao principal porto paranaense, deve ficar pronto ainda neste mês, informa o jornal Correio do Estado.

O estudo será desenvolvido pela Universidade Federal do Paraná por meio do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (UFPR/ITTI), conforme ficou decidido durante reunião em Brasília entre o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, o senador Sérgio Souza (PMDB-PR) o coordenador de projetos do ITTI, Eduardo Ratton, o representante da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Mário Stamm, além de outros representantes da ANTT e da Empresa de Planejamento e Logística (EPL).

De acordo com a assessoria do UFPR/ITTI, foi discutida em Brasília a necessidade de elaboração urgente do esboço do traçado da ferrovia, que alterará o projeto inicial da malha viária. O objetivo é evitar danos a áreas legalmente protegidas, como terras indígenas e unidades de conservação.

A UFPR/ITTI estima a entrega do anteprojeto no prazo de 20 dias à EPL e ANTT. Após a conclusão do traçado, a EPL estabelecerá o Termo de Cooperação com a UFPR/ITTI para a realização dos estudos ambientais. A matéria é de Osvaldo Júnior.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SELIC

Taxa básica de juros cai para 5,5% ao ano

Selic está no menor nível desde o início da série histórica
Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies
VENDA DE VAGAS

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies

Pagamento de dívidas é principal destino para saque do FGTS
SAQUE DO FGTS

Sul-mato-grossense quer usar R$ 500 para reformas e viagens

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião