SAÚDE

Estudo: 10 milhões pessoas sofrem de artrose no Brasil

Estudo: 10 milhões pessoas sofrem de artrose no Brasil
10/08/2012 00:00 - terra


Dores nas articulações pode ser artrose. De acordo com um estudo publicado no livro Cenário Atual & Tendências da Osteoartrite no Brasil, 10 milhões de pessoas sofrem com a doença no País, que fica logo atrás dos Estados Unidos, com o maior índice mundial. Esse número pode aumentar para 12,3 milhões até 2015.

Ainda assim, estima-se que apenas 42% dos brasileiros sabem que têm a doença. "Tem muitos pacientes com osteoartrite, porém inúmeros não identificados. Avaliando as radiografias na medida em que as pessoas vão envelhecendo podemos notar que praticamente 80% delas apresentam a doença em algumas das articulações, mas nem sempre elas se manifestam", explica Pérola Grinberg Plapler, uma das coordenadoras da pesquisa.

A artrose começa com uma fissura e ulceração na cartilagem, o que causa amolecimento e diminui o espaço das articulações. A doença se manifesta mais cedo nos homens, principalmente nos joelhos antes dos 60 anos e no quadril após essa idade. Nas mulheres, os índices aceleram após a menopausa.

O estudo foi feito por Ibsen Coimbra, professor do Departamendo de Clínica Médica da Unicamp na área de Reumatologia; Márcia Ushôa de Rezende, mestre em Ortopedia e Traumatologia pela FMUSP e Pérola Grinberg Plapler, mestre em medicina pela USP.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".