Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OLIMPÍADAS ESCOLARES

Estudantes de MS garantem mais 5 medalhas nos Jogos

Estudantes de MS garantem mais 5 medalhas nos Jogos
13/09/2010 14:04 -


Arlindo Florentino, Fortaleza (CE)

Mato Grosso do Sul conquistou ontem mais cinco medalhas nas Olimpíadas Escolares, que estão sendo disputadas em Fortaleza (CE). Foram mais duas de ouro, no judô e tênis de mesa, e três de bronze, sendo duas no judô e outra na natação. De acordo com os treinadores, a média tem sido boa e o Estado ainda tem condições de ampliar a sua coleção, pois hoje disputa a final dos 250 m com Rogério de Oliveira Silva e entra na disputa por equipes no judô e individual no tênis de mesa, com grandes chances de chegar à final.
O ouro no judô foi conquistado por Larissa Farias, do Colégio Adventista, de Corumbá, na categoria meio-leve (-44 kg). Depois de quatro lutas, a final foi contra a representante de São Paulo, com o resultado sendo no hantei (decisão dos árbitros) por 3 a 0. No tênis de mesa, a conquista da medalha de ouro foi no torneio por equipes feminino, na qual as representantes do Estado foram Evelyn Tomi e Bianca Ono, ambas do Colégio Dom Bosco de Campo Grande, que venceram na final a equipe de São Paulo.
As medalhas de bronze vieram no judô com o meio médio Luís Henrique Grincevicus do Colégio Sealp e Vinícius Pompeu Prux, da Escola João Evangelista, de Campo Grande. Na natação, Pedro Castro, do Colégio Objetivo, de Corumbá, ficou com a terceira colocação e com o terceiro bronze do dia.
Para os treinadores que acompanham os atletas na competição, a campanha pode ser considerada como satisfatória, servindo de incentivo para os atletas das modalidades coletivas, que começam a competir na próxima sexta-feira.

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!