Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Estudante que 'fumou dinheiro' presta depoimento, em Vitória

22 AGO 12 - 22h:00g1

A universitária Luiza Gomes, 19 anos, esteve na Delegacia de Delitos de Trânsito, em Vitória, na manhã desta quarta-feira (22), para dar explicações para o delegado Fabiano Contarato sobre o fato de ter dirigido após ingerir bebida alcoólica, sem habilitação, e ainda tentar 'fumar' uma nota de R$ 50 e ligar o carro com um canudinho, na última sexta-feira (17).

A estudante chegou por volta das 10h30 e prestou depoimento por cerca de duas horas e meia. A jovem saiu sem falar com a imprensa. "Ela veio cumprir o papel dela como cidadã. Vai ser findada a investigação pelo delegado, vamos aguardar o inquérito finalizar e, se o Ministério Público achar conveniente, ele vai entrar com a denúncia", disse o advogado Alencar Ferrugini, que defende a estudante.

Segundo o delegado Fabiano Contarato, a jovem não colaborou com o interrogatório, se reservando o direito de permanecer calada. Mas ele afirma que isso não interfere nas provas consistentes que a polícia possui.

"Ela demonstrou estar extremamente abalada, emocionalmente afetada pelo fato, arrependida pelo que fez, mas não colaborou com o interrogatório. Ela se reservou o direito de permanecer calada em pontos importantíssimos. Mas as provas que a gente tem é o suficiente, que constatam que ela estava dirigindo sob efeito do álcool ou qualquer substância de efeito psicoativo, dirigindo sem ser habilitada, que foi a uma boate, que estava na direção do veículo. Mas ela não falou sobre a dinâmica do acidente", diz Contarato.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MINISTRO DA EDUCAÇÃO

Weintraub responde a pedidos de correção de notas e solicita nova análise

EM VIAGEM À ÍNDIA

Bolsonaro vê dificuldades na aprovação de reforma tributária no Brasil

STF deu aval a pensões de ‘solteiras’ em 265 decisões
QUATRO ANOS

STF deu aval a pensões de ‘solteiras’ em 265 decisões

EMERGÊNCIA

Sobe para 37 o número de mortos pelas chuvas e deslizamentos em Minas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião