Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Estreia de Yamaguchi tem cusparada e termina com desclassificação

26 JAN 2014Por TERRA07h:30

A esperada estreia profissional de Yamaguchi Falcão terminou de forma decepcionante. Na noite deste sábado, em Santos, o medalhista olímpico enfrentou o argentino Martín Fidel Rios, mas o árbitro José Bezerra interrompeu a luta no segundo round por conta de conduta antidesportiva e decidiu por desclassificar ambos os boxeadores.

Bronze em Londres, Yamaguchi teve um bom início de luta, mas o combate descambou para provocações entre os lutadores. Rios disparou cusparadas contra o brasileiro, que tentou revidar mesmo após o árbitro ter determinado a paralisação da luta. Isto fez com que o juiz optasse pela desclassificação, o que enfureceu o medalhista.

"Eu estava começando a me soltar na luta, fiquei muito tempo sem lutar, quase um ano e e meio parado. Estava entrando no ritmo da luta e o árbitro faz essa sacanagem. Por isso que o boxe brasileiro não vai para frente e a televisão não exibe", disparou Yamaguchi ao Sportv. "Os árbitros brasileiros precisam ter vergonha desse momento. A luta estava lá, tranquila, e o ele não podia fazer isso", completou.

O árbitro, por outro lado, defendeu sua escolha."Além de todas as atitudes antidesportivas que cometeram, após a voz do comando os dois entraram em briga. Mesmo dizendo para parar, não obedeceram. Então, não é briga de rua, é luta de boxe. Briga de rua é diferente, boxe é diferente. É uma esgrima. Acho que tomei a atitude certa, senão não iria prejudicar o evento", explicou José Bezerra. 

Leia Também