TEMPO

Estiagem castiga e já supera os 70 dias em Mato Grosso do Sul

Estiagem castiga e já supera os 70 dias em Mato Grosso do Sul
01/09/2012 00:01 - LUCIA MOREL


A estiagem castiga Mato Grosso do Sul e em algumas regiões não há registro de precipitção desde o dia 22 de junho, totalizando 70 dias sem uma gota de chuva. Em Campo Grande, o último dia de chuva foi 16 de agosto, com 3 mm, o que foi considerado “irrisório” pelo meteorologista da Estação Anhanguera/Uniderp, Natálio Abrahão Filho.

Apesar do inverno ser uma estação em que o tempo é seco, a estiagem deste ano está mais forte que no ano passado, com volumes muito baixos de precipitação ou mesmo inexistentes.

Na Capital houve chuvas significativas entre os meses de julho e agosto de 2011, alcançando 25,8 mm nesse último mês. Já este ano, conforme Natálio, as chuvas não foram significativas. “A última foi no dia 16 e não passou de 3 mm, o que é irrisório”.

Leia mais no jornal Correio do Estado
 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".