Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Combate ao Câncer

Estão previstos 500 mil novos casos de câncer para 2011, diz INCA

6 FEV 2011Por Portal Fator Brasil21h:33

O INCA informou em nota que mais de 12, 7 milhões de pessoas são diagnosticadas todo ano com câncer e 7,6 milhões de pessoas morrem vítimas da doença. No Brasil, são esperados, somente para 2011, quase 500 mil novos casos.

Se não forem tomadas medidas de longo prazo e largo alcance, haverá 26 milhões de casos novos e 17 milhões de mortes por ano no mundo em 2030, sendo que 2/3 das vítimas ocorrerão nos países em desenvolvimento.

Muitos desconhecem que a obtenção de um diagnóstico precoce em casos de pacientes com câncer está diretamente associada às suas reais chances de cura. A detecção da doença em estágio inicial pode ser responsável por 80% a 100% da cura definitiva. Já em situações que chegaram ao grau máximo de evolução, quando o câncer disseminou-se pelo corpo, essa possibilidade é praticamente nula, conforme afirma Fernando Medina, oncologista do Hospital São Luiz, da unidade Anália Franco.

Mulheres que ainda não tiveram filho ou ficaram grávidas depois dos 30 anos apresentaram menarca muito cedo, menopausa tardia ou estão fazendo reposição hormonal são mais propensas a ter câncer de mama. É comprovado que, hoje, cerca de 49 mil mulheres tenham câncer de mama - estimativa alta para a população brasileira.

Segundo o especialista, para todos os tipos de câncer – colo do útero, boca, colorretal, estômago, esôfago, leucemia, pele melanona, próstata, pulmão – há uma forma específica para se detectar precocemente a presença da doença. No de mama, por exemplo, o principal exame preventivo é a mamografia. Recomendada para mulheres acima dos 50 anos, ela pode garantir a redução do índice de mortalidade. Já para aquelas com menos de 40 anos, o ultrassom de mama é o mais apropriado. Ainda que em casos de dúvida, a ressonância magnética das mamas funciona como um exame completo, preciso e menos desconfortável que os tradicionais.

Câncer de mama masculino - Segundo Medina, surgem 500 casos de câncer de mama masculino a cada ano, no Brasil. O diagnóstico, que também é feito por meio do exame de mamografia, é fácil e bastante simples de ser realizado, porém, na maioria dos casos, acontece tardiamente. Isso porque a maioria dos homens não percebe a tempo uma possível alteração em suas mamas, e pensa que a doença se restringe ao universo feminino.

Para tratar do tema, esclarecendo questões que se fazem a respeito desta doença, alertando para possíveis tratamentos e dicas de prevenção, o Hospital São Luiz coloca à disposição o dr. Fernando Medina, oncologista da instituição.

Hospital e Maternidade São Luiz -Inaugurado em 1938 como uma policlínica, o São Luiz é hoje uma rede de hospitais com 14 mil médicos credenciados, 4,5 mil funcionários e 803 leitos. Por mês, faz cerca de 4,4 mil internações, 3,4 mil cirurgias, atende 50 mil pacientes no pronto-socorro e realiza 69 mil exames no Centro de Diagnósticos. Por ano, a Maternidade faz 13 mil partos. Com unidades localizadas no Itaim, Morumbi e Anália Franco, o hospital objetiva oferecer infraestrutura, conforto, tecnologia e dedicação para os seus pacientes, o que caracteriza o alto padrão de qualidade São Luiz.

Leia Também