Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Estado terá novos polos de vestuário e cerâmica

1 MAR 10 - 04h:15
Os municípios de Rio Verde e Dourados passarão a contar a partir deste ano, com polos industriais de cerâmica e do vestuário e têxtil. O lançamento acontece em maio durante a Expo-MS Industrial 2010. A viabilização dos polos foi negociada pessoalmente pelo presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), Sérgio Longen, com os prefeitos Wiliam Douglas de Souza Brito (Rio Verde) e Ari Artuzi (Dourados). O polo ceramista da região norte do estado será erguido em área de 22 hectares doada pela Prefeitura de Rio Verde para abrigar, a princípio, seis novas indústrias cerâmicas. “Vamos criar um polo moderno e que esteja adequado à vocação do município, colaborando para o fortalecimento de uma identidade regional”, enfatizou Sérgio Longen, destacando que a ideia começou a ser consolidada durante a missão da Fiems à Europa, quando foram visitadas indústrias desse segmento em Portugal, Espanha e Itália. Longen frisa que a iniciativa de criação do polo em Rio Verde envolve, além da Fiems e Prefeitura, o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado (Sebrae/MS), a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur) e a Federação do Comércio do Estado (Fecomércio). “A idéia é que este polo obedeça a um modelo capaz de oferecer produtos além de telha e tijolo, pois Rio Verde tem grande potencial extrativo”, completou. Para o empresário e presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/MS, Luís Cláudio Sabedotti Fornari, a união das entidades, da Prefeitura de Rio Verde e do Governo do Estado é imprescindível para a consolidação do polo. Para o presidente da ATCPan (Associação do Arranjo Produtivo Cerâmico Terra Cozida do Pantanal), Natel Henrique Farias de Moraes, a cidade tem potencial para abrigar no mínimo mais seis cerâmicas. “Mas com as condições que estão sendo criadas poderemos atrair um número maior e firmar a identidade industrial da região norte”, estimou. O prefeito Wiliam Douglas de Souza Brito adiantou que a Prefeitura vai tratar das questões legais para que em maio o polo já esteja todo planejado e formatado. “Esse é um marco histórico para o município, pela primeira vez a Federação das Indústrias deu esta atenção ao potencial do município e isso, com certeza, vai alavancar o desenvolvimento de Rio Verde, gerando emprego e renda para a população”, declarou. Dourados Dourados vai abrigar o Centro de Produção do Vestuário e Têxtil que será criado para desenvolver e ampliar a instalação de indústrias do setor na cidade, gerando mais empregos formais no município. “A Grande Dourados é uma das regiões do Estado que apresenta o maior índice de pessoas prontas para serem qualificadas”, disse o presidente da Fiems, informando que o polo industrial será erguido em um terreno de 10 hectares a ser doado pela Prefeitura de Dourados para a construção de galpões fabris, além de creche para atendimento dos funcionários das empresas instaladas no local, espaço para lazer e atendimentos nas áreas de saúde e segurança do trabalho, uma Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi e uma Agência de Formação Profissional do Senai com cursos voltados para o segmento de vestuário e têxtil. Segundo Longen, a federação vai entregar o Centro de Produção pronto e vai articular a instalação de indústrias no local, sendo que seis empresas de grande porte já estão interessadas em abrir fábricas.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Condenada rede de fast food a indenizar cliente por mandíbula quebrada

Há 30 anos com doença, paciente é sómbolo da luta contra o câncer
CORREIO B

Há 30 anos com doença, paciente é sómbolo da luta contra o câncer

CORREIO B

'Não foi fácil', diz Sandy após cantar doente em São Paulo

BRASIL

Deputados do PSL trocam farpas e divergem sobre carta em apoio a Bolsonaro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião