H1N1

Estado não enfrenta epidemia de gripe A, afirma secretaria de Saúde

Estado não enfrenta epidemia de gripe A, afirma secretaria de Saúde
25/06/2012 11:45 - VÂNYA SANTOS


Inverno é o responsável por aumento de casos de gripe A (H1N1), no entanto, a maior incidência para esta época do ano é comum. De acordo com a secretária de Saúde de Mato Grosso do Sul, Beatriz Dobashi, por enquanto não é possível dizer que o Estado enfrenta uma epidemia da doença.

“Alguns casos foram confirmados, outros não, mas até agora as medidas de higiene é que são eficazes. Lavar as mãos com frequência, lavar o rosto, as crianças gripadas não irem para a escola, pessoa gripada não ir trabalhar, principalmente porque no inverno a sala de aula fica fechada e as pessoas no trabalho também fecham portas e janelas. Então não é recomendado alguém gripado ir para este meio”, orientou a secretária na manhã de hoje, durante V Encontro de Conselheiros de Saúde do Município de Campo Grande, que aconteceu na Escola de Saúde Pública.

Beatriz Dobashi ressaltou ainda que a Secretaria de Estado de Saúde está preocupada com os casos provocados pela doença, tem acompanhado gráfico de controle da gripe, capacitado equipes de vacinação e emitido notas técnicas para escolas estaduais e municipais.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".