Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

INDÍGENA

Estado dá posse a Conselho de Segurança

19 ABR 2011Por DA REDAÇÃO07h:54

 Instituído no início deste mês, o Conselho Comunitário de Segurança Indígena terá sua primeira reunião e cerimônia de posse dos conselheiros marcada para o Dia do Índio, lembrado hoje (19). O evento, que vai reunir representantes das quatro aldeias indígenas urbanas da Capital, acontece às 19 horas no Memorial da Cultura Indígena, que fica na rua Terena – bairro Marçal de Souza, em Campo Grande.

A diretoria do novo conselho comunitário voltado a atender as comunidades indígenas que vivem na Capital será composta por moradores das comunidades indígenas Aldeia Urbana Marçal de Souza, Aldeia Urbana Darcy Ribeiro, Comunidade Indígena Água Bonito e Comunidade Indígena Tarsila do Amaral.

O primeiro encontro terá a participação de membros da segurança pública como Polícia Militar, Civil e do Corpo de Bombeiros, que também compõem o Conselho. Nesta reunião os moradores devem conhecer a estrutura do conselho comunitário e apresentar as reivindicações, estratégias e sugestões.

A presidência do conselho indígena foi definida para o representante da 1ª Aldeia Urbana Marçal de Souza, Ênio de Oliveira Metelo. Para Ênio, o maior objetivo da comunidade indígena é o resgate da autoestima. “Nossas aldeias urbanas estão praticamente integradas aos brancos, com isso, os problemas que afligem nosso povo são os mesmos, como consumo de álcool e violência doméstica. Com a ativação do conselho, queremos mobilizar a nossa própria comunidade, o nosso jovem, para juntos lutarmos e garantirmos saúde, educação, lazer, segurança, mas, acima de tudo, a identidade do povo índio”, ressaltou o representante.

O conselho indígena é o 39º instituído em Mato Grosso do Sul e o 15º de Campo Grande. Cada conselho é composto por 23 membros efetivos, sendo três membros natos: um representante da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros; cinco indicados pela comissão de assessoria comunitária e 15 indicados pela comunidade local.

Leia Também