Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

MUNDO

Espiã russa vai à TV e esconde segredos

31 DEZ 2010Por R723h:07

Anna Chapman, a bela espiã russa detida em julho passado nos Estados Unidos (inverno no Brasil) com nove colegas, nada revelou sobre suas atividades de espionagem no Ocidente, durante a primeira entrevista concedida à televisão, divulgada na noite de quinta-feira (30), na Rússia.

A jovem ruiva de 28 anos, usando um vestido verde, participou de um programa do canal Pervyi Kanal, no qual uma amiga, sua avó, uma vizinha e celebridades russas louvaram a espiã expulsa dos EUA, em seguida a uma troca de espiões digna da guerra fria.
No programa, ela disse ser “muito boa atiradora”.

- Tudo foi para o melhor. Foi o começo de alguma coisa grande e bela. Sinto em mim uma força para transmitir em meu país todos os conhecimentos que adquiri no exterior e que nos serão úteis.

A jovem, que teve sua nudez em fotos circulando com sucesso pelo mundo, afirmou que a celebridade não transformou sua vida.

- As pessoas me reconhecem, falam comigo na rua (...) mas, de resto, nada é diferente do que era antes.

Ela afirmou não sentir nenhum rancor pelo "traidor" que permitiu sua detenção junto com outros dez agentes: um alto funcionário do SVR (serviço de informação russa), que ainda se esconde nos Estados Unidos.

Anna havia reaparecido no dia 22 de dezembro na mídia russa durante um congresso do movimento jovem de apoio ao Kremlin, Molodoïa Gvardia (A Jovem Guarda).


 

Leia Também