Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

congresso da carne

Especialista diz não existir carne de segunda

24 MAI 2011Por DA REDAÇÃO00h:02

“Em boi de primeira, não existe carne de segunda”. É com essa afirmação que o especialista em carnes, Marcelo ‘Bolinha’, vem a Campo Grande (MS) para a apresentação da Vitrine da Carne. Em uma sala de desossa, montada como uma vitrine, Bolinha irá apresentar os cortes de carne bovina e ovina, ensinando técnicas para o melhor aproveitamento do animal. A apresentação faz parte da programação do Congresso Internacional da Carne, que será realizado na Capital nos dias 7, 8 e 9 de junho.

“Nosso objetivo é apresentar aos participantes, principalmente os estrangeiros, a qualidade da carne brasileira. Hoje, já não existe mais a denominação de carne de segunda, pois tudo pode ser aproveitado”, enfatiza Bolinha. Ele concorda que os cortes utilizados para churrasco ainda são mais valorizados, mas que nem por isso há que ocorrer desperdício, pois todo corte pode render pratos bem saborosos e sofisticados.

O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul), Eduardo Riedel, observa que o objetivo da Vitrine da Carne no Congresso é evidenciar o valor que o corte pode agregar à carne brasileira, que pela prática da pecuária já tem boa qualidade. “Os participantes do Congresso terão palestras com conteúdos pertinentes e de interesse para toda a cadeia da carne, inclusive para o consumidor. A vitrine vai mostrar na prática como valorizar ainda mais este produto, fundamental na mesa do ser humano”, destaca.

Marcelo Bolinha trabalha há quatro anos com a Vitrine da Carne e já realizou mais de 20 apresentações por todo o País. Sua especialidade começou na casa de carnes da família, no Rio Grande do Sul, onde passou por todas as áreas da empresa e aprimorou sua técnica na lida com a carne. Hoje, ele é dos poucos com essa expertise no Brasil e presta consultoria para empresas da cadeia da carne. “A ideia da vitrine surgiu para mostrar ao produtor rural que o animal que ele cria vale muito se for bem aproveitado”, completa.

O Congresso Internacional da Carne é uma realização do International Meat Secretariat (IMS/Opic) em conjunto com a Famasul. O evento tem o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de MS (Senar/MS), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de MS (Sebrae), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural – FUNAR, Fórum Permanente da Pecuária de Corte da CNA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), conta com o patrocínio da John Deere, Marfrig, AllFlex, Safe Trace, Valefert e Banco do Brasil e o apoio do Convention Visitor Bureau.

Leia Também