Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TRÊS LAGOAS

Esfaqueado por ex da mulher continua na UTI

Esfaqueado por ex da mulher continua na UTI
15/02/2014 13:15 - Gabriel Maymone


Luciano Gomes da Silva, de 32 anos, abriu os olhos ontem (14), segundo afirmou familiares a funcionários do Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas (MS), onde ele se encontra internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), após passar por cirurgia. As informações são do Perfil News.

Ele foi vítima de Roberto Dantas da Rocha, que matou Jociely Pinheiro Barbosa, 22 anos, com facada no pescoço, e também o atingiu com duas facadas no peito. Após o crime, Roberto postou uma confissão no Facebook e afirmou que se entregaria à polícia, mas ainda não foi localizado.

Crime
O caso aconteceu na madrugada de quinta-feira (13), em Três Lagoas. Conforme consta em boletim de ocorrência, Jociely foi assassinada depois que Roberto arrombou a porta da kitinete onde morava. Os dois terminaram o relacionamento amoroso há algum tempo e havia uns 15 dias que estava namorando Luciano.

Uma vizinha da jovem contou à polícia que acordou com um forte barulho de porta batendo e uma mulher gritando. Já o namorado de Jociely disse que Roberto chegou no local arrombando a porta e, depois de discutir com a jovem, desferiu duas facadas em seu pescoço.

O namorado interferiu na situação, momento em que foi esfaqueado no braço e atingido por dois golpes no abdômen. Em seguida, Roberto fugiu num veículo New Fiesta, preto.
Jociely morreu no local, enquanto, mesmo ferido, o namorado conseguiu ligar para a jovem que divide o apartamento com sua namorada e relatar o que havia acontecido.

Felpuda


Paixão política que extrapola o bom senso, chega nas redes sociais e se transforma em baixaria pode resultar em prejuízo no bolso. Isso foi o que aconteceu com autor de texto nada elogioso contra colega por diferenças em apoio a candidatos nas eleições de 2016. O dito-cujo foi condenado a pagar indenização de R$ 7 mil, com correção monetária e juros mensais a partir da publicação da sentença, além dos honorários advocatícios. Detalhe: os adversários daquela época hoje andam de braços dados. Pode?