Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 10 de dezembro de 2018

Eleições

Escritor afirma que vitória de Keiko pode trazer de volta a ditadura fujimorista

21 ABR 2011Por Estadão05h:00

O escritor peruano Mario Vargas Llosa, prêmio Nobel de literatura, anunciou seu voto em Ollanta Humala, que disputa o segundo turno da eleição presidencial com Keiko Fujimori, informou a AFP. O escritor pediu que os peruanos sigam seu exemplo e também votem no candidato nacionalista de esquerda.

"Sem alegria, com muito temor, vou votar em Ollanta Humala e peço que meus compatriotas democráticos façam o mesmo", declarou Llosa em uma conferência realizada ontem, 19, na capital argentina, Buenos Aires. Llosa já foi candidato à presidência no Peru.

Na semana passada, depois do resultado do primeiro turno, o escritor chegou a dizer que o Peru "está entre duas opções: a aids e o câncer terminal", em referência aos candidatos. "Seria desonroso votar nela (Keiko). (O regime de Alberto Fujimori) foi uma das ditaduras mais atrozes que tivemos", disse, também.

Em meio aos debates sobre apoios no segundo turno, Llosa disse que pretendia esperar a definição sobre as alianças de Humala para decidir seu voto". Vou ver o que vai acontecer e quais são as reais condições de ele (Humala) estabelecer alianças".

Na Argentina, Llosa disse acreditar que o posicionamento menos radical de Humala é verdadeiro. Mas ressaltou que é impossível saber se não é apenas uma tática para conquistar o voto da classe média. "Humala disse que não tem (Hugo) Chávez como modelo e sim Lula", acrescentou o escritor.

Sobre Keiko Fujimori, Llosa destacou que o "mal maior" é o possível retorno da ditadura fujimorista. O escritor ressaltou que o pai da candidata, o ex-presidente Alberto Fujimori, foi responsável por "inúmeros crimes, torturas, desaparecimentos e execuções" e que seria "uma verdadeira vergonha" para o país o retorno desse regime.

Primeiro turno


Ollanta Humala saiu vitorioso da disputa no primeiro turno. O candidato nacionalista teve 31,7% dos votos. Keiko Fujimori, candidata de direita preferida pelos investidores, teve 23,5% dos votos.

O segundo turno das votações está marcado para o primeiro domingo de junho, dia 5. O primeiro turno aconteceu no dia 10 de abril.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também