Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

Canadá

Escola demite funcionária que trabalhava como atriz pornô

21 ABR 2011Por G122h:36

Após ser suspensa, a canadense Julie Gagnon, conhecida pelo nome de Samantha Ardente, foi demitida de uma escola no Canadá depois que um aluno descobriu que ela trabalhava secretamente como atriz pornô, segundo a imprensa canadense.


A vida dupla de Samantha veio à tona após o estudante pedir um autógrafo para a estrela pornô.


O adolescente tinha assistido a um de seus filmes adultos. A mulher teria pedido para o aluno manter em segredo sua atividade como atriz pornô.


Mas, em vez disso, o jovem empolgado contou a história para seus amigos, que acabaram informando o caso para a escola. Inicialmente, a direção da escola suspendeu a funcionária, já que ela havia se tornado uma celebridade entre os estudantes.


Ardente foi demitida da escola Etchemins, perto da cidade de Quebec, na semana passada. A atriz pornô chegou a entrar na Justiça para tentar reverter a decisão, mas, após fama mundial, fez um ensaio para a revista erótica Summum.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também