Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

sábado, 23 de fevereiro de 2019 - 16h01min

Equipes cobram US$ 5 milhões

22 JAN 10 - 08h:30
Ex-piloto da Fórmula 1, o holandês Robert Doornbos disse o preço que a Campos e a USF1 estão cobrando para aceitar um competidor na temporada 2010: US$ 5 milhões (aproximadamente R$ 9 milhões). “Havia uma série de possibilidades de eu voltar à Fórmula 1. Tive conversas com a Campos e a USF1, mas elas pediram US$ 5 milhões em patrocínios. Mesmo que eu tivesse esse dinheiro, preferiria investí- lo na Indy, onde ficaria na frente, ao contrário da Fórmula 1”, afirmou o piloto, que tem passagem pela Minardi, Jordan e Red Bull sem somar pontos. Até o momento, a USF1 ainda não anunciou nenhum piloto, enquanto a Campos tem o brasileiro Bruno Senna com contrato assinado – o sobrinho do tricampeão mundial Ayrton Senna, aliás, jura que não levou nenhum dinheiro à equipe, apesar de não estar recebendo salário. A situação financeira das duas equipes é alvo de grande desconfiança na Fórmula 1, a ponto de o chefe financeiro da categoria, Bernie Ecclestone, duvidar da participação delas na abertura do campeonato, em 14 de março.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Perícia em MS amplia capacidade de realizar exames de DNA contra crimes
SEGURANÇA PÚBLICA

Perícia amplia realização de exames de DNA contra crimes

Corrente arrecada doações para circo que pegou fogo no Jardim Los Angeles
SOLIDARIEDADE

Corrente arrecada doações para circo que pegou fogo

Idoso tenta matar o próprio filho com espingarda na Capital
UM DIA DE FÚRIA

Idoso ameaça matar o próprio filho com espingarda

Ex-PM que furtou cadáver deixa presídio após aval da Justiça
CASO ROSILEI

Ex-PM que furtou cadáver deixa presídio após 6 dias

Mais Lidas