Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

violência

Envolvidos no assalto registravam passagens por unidades policiais

18 NOV 2010Por karine cortez e nadyenka castro02h:30

Todos os envolvidos no assalto já tinham passagem pela polícia, sendo que Thiago de Souza Cerqueiro, 25 anos, morto durante confronto com a Cigcoe e Levi da Silva Gonçalves, 38 anos, que está sendo procurado, estavam foragidos da Justiça. Levi está evadido da Colônia Penal Agrícola, onde cumpria pena por estelionato, desde outubro deste ano. Já Thiago havia fugido em junho deste ano. Ele já tinha passagens pelos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de armas e roubo. Luis, preso em flagrante, já cometeu crime de violência doméstica.

Em entrevista ao Correio do Estado o titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Defurv), Alberto Vieira Rossi, disse que a maioria dos assaltos com vítimas reféns e roubos de veículos acontecem no período da noite. "Durante a noite as pessoas ficam em casa e vão dormir. Ninguém dará por falta delas como num assalto durante o dia em que a vítima falta o trabalho e começa a ser procurada. Outra vantagem da noite é o período de cárcere, os bandidos tem tempo para levar o veículo até a Bolívia ou Paraguai, eles precisam de cinco a quatro horas para atravessar o carro e passam a madrugada com as vítimas", enfatizou.

O delegado disse ainda que as encomendas dos veículos a serem roubados partem de presidiários que cumprem pena no regime fechado. Ele ressaltou que as caminhonetes eram mais visadas, mas hoje carros populares também são alvo dos bandidos.

Leia Também