Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Entra em vigor a nova tabela do Imposto de Renda

31 DEZ 13 - 16h:45AGÊNCIA BRASIL

A nova tabela de Imposto de Renda da Pessoa Física entra em vigor amanhã (1º). Será corrigida em 4,5% na última correção automática. A tabela vinha sendo corrigida em 4,5% desde 2007 e a previsão era acabar com o uso do percentual em 2010. Entretanto, no início de 2011, por meio da Medida Provisória 528, o governo resolveu aplicar o mesmo percentual até 2014.

As deduções do imposto serão feitas nos salários pagos em 2014, mas valem para a declaração de Imposto de Renda de 2015. Na declaração que será feita no próximo ano será usada a tabela de 2013.

De acordo com a tabela da Receita Federal, estará isento do imposto quem ganhar até R$ 1.787,77, por mês. A alíquota de 7,5% valerá para quem ganha entre R$ 1.787,78 e R$ 2.679,29. De R$ 2.679,30 a R$ 3.572,43, a alíquota é 15%. A alíquota de 22,5% vai incidir nos salários de R$ 3.572,44 até R$ 4.463,81. E a alíquota de 27,5% é para quem ganha acima de R$ 4.463,81 por mês.

O Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal tem alertado sobre a defasagem entre a tabela do Imposto de Renda Pessoa Física e a inflação. A defasagem deve fechar o ano em 60%. Segundo o sindicato, várias pessoas que eram isentas, por causa da renda baixa, passaram a pagar o imposto.

Enquanto a correção da tabela é 4,5%, a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, este ano, deve ficar em 5,73%. Para 2014, a projeção é 5,98%, de acordo com pesquisa do Banco Central. A correção da tabela em 4,5% foi definida porque o governo estabeleceu o percentual como meta para a inflação anual.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Professores fazem protesto contra a Reforma da Previdência
PRAÇA DO RÁDIO

Professores fazem protesto contra a Reforma da Previdência

PREFEITURA

Atos Oficiais do município de Campo Grande 22/03/2019

Governador acredita que decreto será “norteador” na defesa de rios
PRATA E FORMOSO

Azambuja acredita que decreto ajudará na defesa de rios

Equipe econômica revisa de 2,5% para 2,2% projeção para alta do PIB em 2019
MERCADO FINANCEIRO

Equipe econômica revisa de 2,5% para 2,2% projeção para alta do PIB em 2019

Mais Lidas