Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

CHEGA DE IMPOSTO

Entidades fazem adesivagem contra CPMF

13 NOV 2010Por Edivaldo Bitencourt15h:04

Os dirigentes do setor produtivo de Mato Grosso do Sul realizaram, na manhã deste sábado, panfletagem da campanha “Chega de imposto, saúde sim, CPMF não”. As entidades lançaram um movimento contra o retorno da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira, cogitada pelos aliados da presidente eleita, Dilma Rousseff (PT), para financiar a saúde.

Na manhã de hoje, na Avenida Afonso Pena, os presidentes das federações da Indústria (Fiems), Sérgio Longen, da Agricultura e Pecuária (Famasul), Eduardo Riedel, e do Comércio (Fecomércio), Edison Araújo, participaram da adesivagem dos veículos com os slogans da campanha.

Segundo Longen, Mato Grosso do Sul foi o primeiro Estado a aderir à mobilização contra a volta do imposto do cheque, mas todas as federações das indústrias do País estão unidas, assim como as federações do comércio e da agropecuária, contra o retorno da CPMF.

“É a sociedade mobilizada contra a criação de mais um imposto. Entendemos que o superávit da arrecadação federal precisar ser utilizado de melhor forma. Rever a questão da saúde é uma necessidade e o governo federal tem esses recursos e os números demonstram isso”, disse, lembrando que será um desastre para a indústria e para o resto da sociedade a criação de mais uma tarifa no Brasil”, afirmou.

Leia Também