Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

poder de aumento

Endividamento do MS elevado para R$ 959 mi

17 AGO 12 - 00h:00CLODOALDO SILVA, BRASÍLIA

O Governo de Mato Grosso do Sul vai poder aumentar em R$ 959 milhões a sua dívida desde que use o dinheiro na execução de projetos nas áreas de infraestrutura, saneamento ambiental, habitação e mobilidade urbana. Este valor faz parte do Programa de Ajuste Fiscal (PAF) no valor de R$ 42,225 bilhões, anunciado ontem (16), que aumenta a capacidade de endividamento de 17 estados para que possam utilizar uma linha de crédito especial do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

Esta linha de crédito, intitulada Proinveste, que já tem garantido o valor total de R$ 20 bilhões, foi criada para atender os estados e anunciada no mês de junho deste ano pela presidente Dilma Rousseff, sendo que a previsão é a assinatura de contratos dos projetos até 31 de janeiro de 2013.

À época, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que “é a maior linha de crédito já criada para os estados brasileiros. A taxa de juros vai de 7,1% a 8,1% ao ano, uma taxa bastante baixa para esses investimentos”, sendo que, de acordo com o governador André Puccinelli (que ficou reunido por cerca de três horas com a presidente e governadores de todo o Brasil para discutir este pacote, no dia 15 de junho deste ano) haverá um ano de carência e o prazo de pagamento é de 20 anos.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Guedes quer ajustar relatório da reforma

AJUDA FINANCEIRA

Governador decide amanhã se vai aderir ao plano Mansueto

Reunião com equipe já está marcada
BRASIL

PF destrói 1,2 mil tonelada de maconha na fronteira com o Paraguai

BRASIL

Assassinato de ator e seus pais completa uma semana; filha presta homenagem

Mais Lidas