Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Negócios

Encontro com paraguaios na Capital deve resultar em R$ 17 milhões

28 OUT 2010Por Carlos Henrique Braga05h:30

Empresários de Mato Grosso do Sul e paraguaios devem fechar R$ 17 milhões em negócios na rodada de hoje (27) à tarde, na Federação das Indústrias do Estado (Fiems). Há interesse mútuo nos setores de alimentos, florestas plantadas e sucroenergético.

A Fibria, de Três Lagoas, por exemplo, vai vender R$ 1,5 milhão em papel para a fabricante de cadernos Alamo, segundo a unidade de MS da Agência Brasileira de Promoção à Exportação (Apex). Durante a rodada, paraguaios vão conhecer produtos do Estado, como calçados e tijolos, além de experimentar pães, sucos e outros alimentos.

A relação do Paraguai com o Brasil é “frutífera”, segundo o ministro de Indústria e Comércio daquele país, Francisco Rivas. Mato Grosso do Sul e Paraná são os principais parceiros por conta da s fronteiras secas.

Intenções

Pela manhã, o governador André Puccinelli (PMDB) assinou protocolo de intenções com o país vizinho. Ele defendeu aproximação também cultural. “Podemos fazer bons negócios, temos coisas que eles não têm e eles têm coisas que não temos”, argumentou Puccinelli.

Leia Também