Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

Máscara

Encenação eleva o preço e acelera a venda de imóveis

27 MAR 2011Por Folha19h:40

Se a primeira impressão é a que fica, o que você faria, ao visitar um apartamento que fosse comprar, se lá visse azulejos quebrados, cores de gosto duvidoso nas paredes e bagunça por todo lado?

No mínimo tentaria baixar o preço pedido. Para evitar esse tipo de desvalorização e aumentar o apetite -e a disponibilidade monetária- dos interessados em um imóvel, alguns profissionais oferecem serviços de preparação da casa para a venda.

"Staging" completa trabalho do corretor de imóveis

"O objetivo do "home staging" é tornar o imóvel parecido com os mais modernos e agradar um maior número de pessoas", diz Marina Dumas, especialista em encenação.

As técnicas vão desde mudanças simples, como despersonalizar ambientes -escondendo fotos, por exemplo-, até reformas, caso da troca do revestimento da cozinha por um mais atual.

Nos Estados Unidos, o "jogo de cena" reduz o tempo de venda em cerca de 223 dias e aumenta o valor do imóvel em até 6,9%, segundo a associação dos corretores do país.

Por aqui, há poucos "home stagers". Eles cobram a partir de R$ 50 por uma consulta pela internet, com dicas gerais de encenação. O custo do serviço completo depende do tamanho do imóvel, mas "nunca ultrapassa 3% do seu valor", calcula a "home stager" Susana

VISITA INICIAL

O especialista em encenação para a venda faz uma visita inicial e entrega a análise para o proprietário ou a imobiliária. Nesse primeiro momento, já oferece algumas dicas de arrumação, pelas quais cobra um valor que parte de R$ 70 -a contratação para continuar o serviço não é obrigatória.

Leia Também