Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Negócios da terra

Empresas locais disputam com as gigantes

9 SET 12 - 00h:00Gabriel Kabad

Duas marcas de sorvetes de Campo Grande disputam com peixes grandes o gosto dos sul-mato-grosseses. O Jeito Frio e a Dale são fábricas com quase duas décadas de existência e que conquistaram uma boa posição no mercado, oferecendo um preço mais acessível - em média 40% mais barato o pote de dois litros e um pouco mais os picolés e potes pequenos - por uma qualidade competitiva aos gigantes Kibon e Nestlé.

Vendendo picolé, pote pequeno (copão) e potes com dois e seis litros, o Jeito Frio conta com duas fábricas em Campo Grande. Começou há 18 anos e hoje possui sorveterias na Capital e no interior, além de mil freezers espalhados em bares, lanchonetes, pequenos supermercados e até açougues. De acordo com as irmãs Tainara Bay, 23 anos, e Alana Muniz Bay, 24, que são gerentes na empresa da família, a marca abrange 60% do Estado.

“Começamos no fundo de casa, com uma máquina artesanal”, revelou Tainara. Considerada a maior indústria de sorvetes de Mato Grosso do Sul, que dá emprego a 70 pessoas, o Jeito Frio tem até produtos sem açúcar. “É uma linha diferenciada”, contou a gerente.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SEMANA SANTA

Papa Francisco lava pés de brasileiro e outros 11 presos

Decisão de Toffoli libera Lula <br>para conceder entrevista
LIMINAR PERDEU EFEITO

Decisão de Toffoli libera Lula
para conceder entrevista

MINISTRO DO SUPREMO

Moraes revoga decisão que mandou site retirar notícia do ar

Feriado deve ter predomínio de calor <br>e baixa umidade do ar em MS
METEOROLOGIA

Feriado deve ter predomínio de calor e umidade baixa

Mais Lidas