segunda, 16 de julho de 2018

pesquisa

Empresários de serviços estão mais confiantes

6 JAN 2011Por INFOMONEY08h:00

Os empresários do setor de serviços estão um pouco mais confiantes. É isso o que foi percebido pelo ICS (Índice de Confiança de Serviços) de dezembro.

Medido pela FGV (Fundação Getulio Vargas), em parceria com o Banco Central, o ICS registrou alta de 0,3% em dezembro, na comparação com novembro, passando de 131,8 pontos para 132,2 pontos.

Com a elevação mensal, o índice no último mês do ano passado supera em 1,7% o resultado do mesmo período de 2009.

Composição
O ICS é composto por dois sub-índices: o ISA-S (Índice da Situação Atual), que analisa a confiança em relação ao presente, e o IE-S (Índice de Expectativas), que mede o sentimento quanto ao futuro.

Em dezembro, a visão sobre o momento presente avançou 5,7%, ao passar de 121,9 pontos para 128,9 pontos, o maior nível da série histórica iniciada em junho de 2008.

A perspectiva quanto ao futuro, por sua vez, recuou 4,4%, ao passar de 141,8 pontos para 135,6 pontos, o menor nível desde junho de 2009.

O nível de demanda no momento atual foi o quesito que mais contribuiu para a alta do ISA-S entre novembro e dezembro, ao passar de 114,6 para 121,2 pontos.

Das empresas consultadas, 34,5% (recorde da série) o avaliaram como forte, e 13,3% o consideraram fraco. Em novembro, estas proporções haviam sido de 27,9% e 13,3%, respectivamente.

A queda do IE-S foi influenciada pelo recuo do indicador que mede a demanda prevista para os próximos três meses, que passou de 139,5 para 130,3 pontos – redução de 6,6%.

Entre novembro e dezembro, a proporção de empresas prevendo aumento da demanda reduziu de 47,7% para 42,2%, enquanto a parcela das que preveem baixa passou de 8,2% para 11,9%.

Sobre a pesquisa
O levantamento foi realizado entre os dias 2 e 28 de dezembro, com 2.214 empresas de todo o País.
 

Leia Também