Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

VOO

Empresa quer implantar rota aérea de MS à Bolívia

26 FEV 14 - 00h:00DA REDAÇÃO

Mato Grosso do Sul está prestes a ganhar uma conexão aérea, pelo Aeroporto Internacional de Campo Grande, para Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Para viabilizar a linha a acertar detalhes do voo, representantes da companhia aérea boliviana Amaszonas estiveram ontem (25) no gabinete do governador André Puccinelli (foto) em busca de apoio para agilizar o processo de implantação do voo. O encontro contou com a presença da secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Correa da Costa, e da presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brum.

A empresa, que opera na Bolívia desde 2001, recentemente passou a expandir suas operações para os países vizinhos, já tendo iniciado rotas para o Peru e o Paraguai. Campo Grande será o primeiro destino dentro do Brasil, onde a companhia também pretende operar frequências diárias de Santa Cruz de la Sierra para Cuiabá, no Mato Grosso. Com aeronaves que comportam até 50 passageiros, a empresa pretende iniciar as operações dentro de, no máximo 60 dias, com voos no período noturno.

O gerente geral da Amaszonas, Luis Sergio de Urioste Limarino, destacou que para chegar a Campo Grande, a comitiva gastou cerca de 12 horas, trajeto realizado em parte por via aérea e parte em por meios rodoviários. “Há uma grande demanda insatisfeita que vamos suprir e, além disso, a oferta acaba gerando uma demanda ainda maior. Santa Cruz não é longe de Campo Grande, mas leva-se um dia inteiro para chegar aqui. De avião, esse trajeto não passará de uma hora e meia”, destacou.

Outros dois pontos positivos apontados pelos executivos e que irão beneficiar os sul-mato-grossenses e bolivianos é o fato de a rota beneficiar diretamente o turismo no Brasil, para aqueles que querem conhecer o Pantanal e Bonito, assim como brasileiros que pretendem conhecer os potenciais turísticos da Bolívia e demais países da América do Sul.

Além disso, Santa Cruz de La Sierra é um polo de conexões de voos para a Europa e Estados Unidos, tornando uma alternativa para aqueles que pretendem voar de Mato Grosso do Sul para estes destinos. “Temos parcerias com companhias aéreas que voam para a Europa, Américas do Norte e Central, além de outros países da América do Sul. Toda a região que operamos é repleta de atrações turísticas e queremos que haja um fluxo de brasileiros e bolivianos desfrutando desses potenciais”, finalizou. 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Deputada participa de reconstituição de morte do marido no Rio

ECONOMIA

Tereza Cristina apresenta oportunidades de investimento aos árabes

Filho mata o pai com facada nas costas durante briga
TRAGÉDIA

Filho mata o pai com facada nas costas durante briga

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 44 milhões na quarta
FEZINHA

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 44 milhões na quarta

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião