Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VOO

Empresa quer implantar rota aérea de MS à Bolívia

Empresa quer implantar rota aérea de MS à Bolívia
26/02/2014 00:00 - DA REDAÇÃO


Mato Grosso do Sul está prestes a ganhar uma conexão aérea, pelo Aeroporto Internacional de Campo Grande, para Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Para viabilizar a linha a acertar detalhes do voo, representantes da companhia aérea boliviana Amaszonas estiveram ontem (25) no gabinete do governador André Puccinelli (foto) em busca de apoio para agilizar o processo de implantação do voo. O encontro contou com a presença da secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur), Tereza Cristina Correa da Costa, e da presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brum.

A empresa, que opera na Bolívia desde 2001, recentemente passou a expandir suas operações para os países vizinhos, já tendo iniciado rotas para o Peru e o Paraguai. Campo Grande será o primeiro destino dentro do Brasil, onde a companhia também pretende operar frequências diárias de Santa Cruz de la Sierra para Cuiabá, no Mato Grosso. Com aeronaves que comportam até 50 passageiros, a empresa pretende iniciar as operações dentro de, no máximo 60 dias, com voos no período noturno.

O gerente geral da Amaszonas, Luis Sergio de Urioste Limarino, destacou que para chegar a Campo Grande, a comitiva gastou cerca de 12 horas, trajeto realizado em parte por via aérea e parte em por meios rodoviários. “Há uma grande demanda insatisfeita que vamos suprir e, além disso, a oferta acaba gerando uma demanda ainda maior. Santa Cruz não é longe de Campo Grande, mas leva-se um dia inteiro para chegar aqui. De avião, esse trajeto não passará de uma hora e meia”, destacou.

Outros dois pontos positivos apontados pelos executivos e que irão beneficiar os sul-mato-grossenses e bolivianos é o fato de a rota beneficiar diretamente o turismo no Brasil, para aqueles que querem conhecer o Pantanal e Bonito, assim como brasileiros que pretendem conhecer os potenciais turísticos da Bolívia e demais países da América do Sul.

Além disso, Santa Cruz de La Sierra é um polo de conexões de voos para a Europa e Estados Unidos, tornando uma alternativa para aqueles que pretendem voar de Mato Grosso do Sul para estes destinos. “Temos parcerias com companhias aéreas que voam para a Europa, Américas do Norte e Central, além de outros países da América do Sul. Toda a região que operamos é repleta de atrações turísticas e queremos que haja um fluxo de brasileiros e bolivianos desfrutando desses potenciais”, finalizou. 

Felpuda


Prefeitura de município do interior de MS recebeu recomendação do Ministério Público do Estado no sentido de exonerar servidores comissionados, livres do cartão de ponto, que são parentes de secretários da administração e de vereadores. O nepotismo se tornou um excelente “negócio” por lá, e se até o dia 6 de agosto as devidas providências não forem tomadas, medidas serão adotadas, como ação por improbidade administrativa. Tem gente que não aprende mesmo, né?