Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TECNOLOGIA

Empresa francesa cria mãe eletrônica para cuidar da casa

Empresa francesa cria mãe eletrônica para cuidar da casa
10/03/2014 00:00 - Band


Parecida com uma boneca russa, uma empresa francesa apresentou no domingo, dia 5, em Las Vegas, a "mãe de todos os objetos conectados" à internet, para controlar as tarefas diárias, como escovar os dentes ou regar as plantas.

"É um sistema muito simples que transforma qualquer objeto da vida cotidiana em um objeto conectado", explicou à AFP Rafi Haladjian, fundador da Sen.se, durante uma apresentação à imprensa no salão eletrônico CES.

O dispositivo, que se assemelha a uma boneca de cerca de 16 cm de altura batizada de "mother" (mãe), permite, uma vez conectado à internet, gerenciar até 24 pequenos objetos através de sensores chamados "cookies".

Os cookies, sensíveis ao movimento ou à temperatura, são instalados no objeto, a fim de monitorar e transmitir um sinal para indicar, por exemplo, se alguém se esqueceu de tomar o remédio.

Parecida com uma boneca russa, uma empresa francesa apresentou no domingo, dia 5, em Las Vegas, a "mãe de todos os objetos conectados" à internet, para controlar as tarefas diárias, como escovar os dentes ou regar as plantas.

"É um sistema muito simples que transforma qualquer objeto da vida cotidiana em um objeto conectado", explicou à AFP Rafi Haladjian, fundador da Sen.se, durante uma apresentação à imprensa no salão eletrônico CES.

O dispositivo, que se assemelha a uma boneca de cerca de 16 cm de altura batizada de "mother" (mãe), permite, uma vez conectado à internet, gerenciar até 24 pequenos objetos através de sensores chamados "cookies".

Os cookies, sensíveis ao movimento ou à temperatura, são instalados no objeto, a fim de monitorar e transmitir um sinal para indicar, por exemplo, se alguém se esqueceu de tomar o remédio.

"Eles são versáteis: o uso pode ser alterado conforme a necessidade do momento", indicou Haladjian, ressaltando que a bateria dos censores pode passar um ano sem precisar ser recarregada.

"Não é ficção científica, não são pessoas que fazem gestos específicos para se comunicar com máquinas. Mas são pessoas que escovam seus dentes, que guardam seus medicamentos em caixas, só que agora há um cookie que torna os objetos úteis sem precisar aprender novos gestos, novas aplicações, é uma maneira de falar com as máquinas", disse.

A Sen.se prevê comercializar pela primeira vez este novo produto na primavera (do hemisfério norte), com preços de 222 dólares pela mother e quatro cookies, e de 99 dólares por um pacote de quatro cookies extras.
 

Felpuda


É grande a expectativa em torno de qual foi a justificativa de conhecida figura que beneficiou sujeito, e este, aproveitando a, digamos, boa vontade demonstrada, simplesmente “sumiu do mapa”. Órgão nacional pediu explicações para o “benfeitor”, e o prazo já venceu. Como as decisões por lá não ficam escondidas do distinto público, logo, logo, a curiosidade deverá ser contemplada. É esperar para conferir!