quinta, 19 de julho de 2018

SEGURANÇA

Embratur nega que ação policial no Rio afete turismo no Brasil

27 FEV 2011Por efe22h:42

As ações policiais realizadas no final do ano passado no conjunto de favelas do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, são positivas para a imagem do Brasil no exterior, declarou à Agência Efe o diretor de Produtos e Destinos da Embratur, Marcelo Pedroso, que se encontra em Portugal esta semana para participar da BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa), que encerra neste domingo.

Pedroso indicou que a missão conjunta da Polícia e do Exército no Complexo do Alemão demonstrou que "o Governo brasileiro toma medidas para controlar essas áreas".

Em sua opinião, a repercussão na mídia internacional da ocupação das favelas "ajuda a construir uma imagem positiva" do país, já que dá uma sensação "de controle e segurança".

O diretor da Embratur lembrou que o Brasil se encontra no centro de todos os olhares porque será sede da Copa do Mundo em 2014 e dos Jogos Olímpicos em 2016, um contexto que o país deve aproveitar para demonstrar todo seu potencial.

"Temos uma grande oportunidade. É um momento importante para que o Brasil reafirme que é um país de muita alegria, festa, carnaval, futebol (...), mas que, além de tudo isso, também tem uma grande diversidade cultural, natural e que é capaz de organizar eventos do porte de uma Copa do Mundo ou das Olimpíadas", explicou.

Pedroso ressaltou que a atenção voltada ao Brasil atualmente é "moderada", mas que irá aumentar "a partir de 2012".

As pesquisas realizadas com turistas ao final de sua visita ao Brasil e usadas pela Embratur refletem que "a segurança não é uma questão das mais preocupantes", mas de fato aparece na lista de inquietações, atrás de outras como limpeza em espaços públicos e sistema de transportes, dependendo das regiões.

O diretor avaliou que os episódios de violência estão muito localizados e que a situação nas cidades do interior do país é "completamente diferente" à de grandes centros urbanos como São Paulo e Rio de Janeiro.

Pedroso foi a Lisboa para participar da BTL, à qual o Brasil compareceu como um dos expositores.

Leia Também