domingo, 22 de julho de 2018

referência

Embrapa pesquisa custos do frango em Dourados

23 JUN 2012Por Cícero Faria, de Dourados 00h:00

O custo do avicultor para a produção de frango de corte para a região de Dourados em 2012, foram divulgados em Comunicado Técnico da Embrapa Suínos e Aves, sediada em Concórdia (SC). O custo proposto representa o consenso entre produtores, representados pelas suas associações de classe, e agroindústrias da região, em reunião que ocorreu em março.

À época da apuração dos valores identificou-se que em ambiente climatizado negativo a cabeça de frango custava ao produtor, R$ 0,40 ou R$ 0,159 o quilo; para a agroindústria, R$ 4,04/kg ou R$ 1,59 a cabeça. Em ambiente climatizado positivo saía ao produtor R$ R$ 0,54/kg e R$ 0,211/cabeça e para a agroindústria, R$ R$ 4,05/kg e R$ 1,595/cabeça.

No sistema convencional, o custo de produção – levando-se em conta fatores fixos e variáveis, saía a R$ 0,249/kg e R$ 0,63/cabeça e para a agroindústria, R$ 4,07/cabeça e R$ 1,60/kg.

Os custos de produção calculados pela Embrapa Suínos e Aves são uma referência para agentes do setor produtivo, órgãos públicos, sistema financeiro, instituições de pesquisa e ensino e outros interessados. Cada produtor tem o seu próprio custo, que depende do sistema de produção e do seu nível tecnológico e da eficiência produtiva.

O site da Embrapa Suínos e Aves tem ainda uma planilha para o cálculo do custo do produtor de frango de corte, onde é possível ao avicultor calcular seus próprios custos, com possibilidade de alterar os coeficientes técnicos. 

Leia Também