Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

35 JOVENS

Embaixada dos EUA seleciona adolescentes para intercâmbio

19 AGO 2012Por AGÊNCIA BRASIL17h:29

A Embaixada dos Estados Unidos vai selecionar 35 jovens brasileiros para um programa de intercâmbio de três semanas no país norte-americano. A iniciativa faz parte do Programa Jovens Embaixadores, que está na sua 11ª edição. Para participar, o estudante deve cursar o ensino médio na rede pública, ter entre 15 e 18 anos, dominar a língua inglesa e desenvolver trabalhos voluntários em sua comunidade.

Segundo a adida cultura da Embaixada dos Estados Unidos, Susan Bell, o programa busca alunos com perfil de liderança e consciência cidadã. “Ao oferecer essa oportunidade aos jovens brasileiros com perfil de liderança e que se destacam em suas próprias comunidades, a embaixada dos EUA espera estreitar cada vez mais essa parceria com o Brasil no século 21”, disse.

Susan destacou que a iniciativa aprofunda as relações entre os dois países. “Os Estados Unidos acreditam no poder de conectar brasileiros e americanos por meio desse intercâmbio. O programa proporciona aos futuros líderes brasileiros uma compreensão melhor sobre os Estados Unidos, ao mesmo tempo, em que eles representam seu país e levam o melhor do Brasil ao povo americano”, disse.

Quando participou da edição de 2010, o estudante do Acre, Felipe Storch, 18 anos, não imaginava o “tamanho da porta de oportunidades” que se abriria para ele. Desde então, ele conseguiu mais três bolsas de estudo, sendo que a última lhe garantiu o curso de graduação em economia com foco em questões ambientais. Daqui um mês, o jovem retorna aos EUA, onde vai cursará a faculdade durante os próximos quatro anos.

A estudante Késia Nunes, 18 anos, da cidade de Mossoró, no Rio Grande do Norte, também não esperava alçar voos tão altos. No entanto, depois de participar da última edição do Jovens Embaixadores, também quer usar o conhecimento para melhorar o local onde mora. “Esse conhecimento adquirido não vou guardar só para mim, quero ajudar minha comunidade. Eu sei que posso fazer a diferença”, disse.

Em dez edições, cerca de 300 estudantes brasileiros participaram do programa. O interesse aumenta a cada ano. Segundo a Embaixada norte-americana, até o momento 12 mil inscrições foram feitas. Em 2011, foram 7.500 inscritos. Quem tiver interesse pode se candidatar até dia 26 de agosto pelo site: http://www.jovensembaixadores.org/2013/

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também