domingo, 22 de julho de 2018

BENTO XVI

Em visita à Espanha, Papa critica sentimento anti-Igreja

6 NOV 2010Por ESTADÃO14h:47

O Papa Bento XVI chegou neste sábado à cidade de Santiago de Compostela, na Espanha, e criticou o que classificou de "agressivo" sentimento anti-Igreja que estaria se espalhando pelo país. A visita, que tem como objetivo reacender a fé em uma das principais nações católicas do mundo, deve durar dois dias.

Em entrevista a jornalistas, o papa afirmou que o anti-clericalismo verificado hoje na Espanha remete aos anos 30, quando a Igreja Católica sofreu uma onda de violência em meio à guerra civil. Ele disse ainda ter criado um novo escritório no Vaticano para combater as tendências seculares no mundo. Segundo Bento XVI, a Espanha é um dos principais alvos, já que teve papel crucial para reviver o cristianismo em séculos passados.

"Na Espanha, nasceu uma laicidade forte, agressiva, um anti-clericalismo, uma secularização, como vivenciamos nos anos 30", disse o papa. "Para o futuro da fé, é este encontro - não uma confrontamento, mas um encontro - entre fé e laicidade que tem um ponto central na cultura espanhola". 

Ao chegar à Espanha, Bento XVI lembrou que seu antecessor, o papa João Paulo II, fez uma declaração semelhante ao visitar Santiago, em 1982.

Leia Também