Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Em vantagem, Santos tenta conquistar o título na Bahia

Em vantagem, Santos tenta conquistar o título na Bahia
04/08/2010 08:36 -


Salvador, BA

Sensação do futebol brasileiro na temporada, o Santos tenta contra o Vitória, hoje, às 20h50min, no Barradão, conquistar o seu segundo título no ano: o da Copa do Brasil, que garante vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América. Atual campeão paulista, o Peixe tem que superar a força do Rubro-Negro jogando em seu estádio para sair com mais um título.
E nessa disputa, os santistas contam com uma boa vantagem, já que venceram os baianos no primeiro jogo, por 2 a 0, na semana passada, na Vila Belmiro. Desta forma, o Alvinegro Praiano pode até perder por um ou dois gols de diferença, desde que marque gols fora de casa, para ficar com a taça.
Apostando na vocação ofensiva de sua equipe, o treinador santista Dorival Júnior mantém o esquema com três atacantes, com Neymar, Robinho e André. Com isso, Marquinhos, autor do segundo gol na vitória do Peixe no confronto de ida, vai ficar como opção no banco de reservas. Na lateral esquerda, o jovem Alex Sandro agradou a Dorival no primeiro duelo e deve ficar com a posição de titular.
Já no Vitória, todos têm consciência de que a tarefa de reverter a vantagem construída pelo Alvinegro Praiano não é das mais fáceis, mas também não é impossível. Com um triunfo por 2 a 0, os baianos levam à definição do título para os pênaltis. Se vencer por três gols de diferença, o Vitória leva à taça sem precisar das cobranças de penalidades.
O time baiano não vai contar com o volante Vânderson, que recebeu o terceiro cartão amarelo na primeira partida da decisão, e está suspenso. Ricardo Silva deve escalar Bida em seu lugar.
Taticamente também podem haver alterações, como a possibilidade de o atacante Júnior ser escalado na vaga do meia Ramon, formando um trio ofensivo (com Elkeson e Schwenck).
Vale destacar também que o goleiro colombiano Viáfara já cumpriu suspensão e volta a ser o titular da camisa 1 do Rubro-Negro.

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!