Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

LEI

Em três municípios de MS, voto nulo poderá provocar nova eleição

Em três municípios de MS, voto nulo poderá provocar nova eleição
16/07/2012 00:00 - DANÚBIA BUREMA


O voto nulo de mais da metade do eleitorado pode provocar novas eleições em três municípios de Mato Grosso do Sul com candidatura única. Esta é a advertência do especialista em Direito Eleitoral, Luis Cláudio Pereira Bito, ao falar sobre a situação de Inocência, Taquarussu e Dois Irmãos do Buriti.

De acordo com ele, o artigo 224 do Código Eleitoral prevê que, se em uma eleição os votos nulos ultrapassarem metade do total, o pleito será julgado prejudicado e terá de ser feita nova votação. Nesse caso, é aberto inclusive prazo para o registro de novas candidaturas.

“Mesmo nos locais em que há um único candidato, caso o número de votos nulos seja superior a 50% de todos os votos, deverão ser realizadas novas eleições”, destacou o advogado. O motivo, segundo ele, é que o resultado da eleição deve corresponder à soberania popular. Desta forma, mesmo no caso de candidatura única é necessário ao novo prefeito ter tido a aprovação da maioria dos eleitores participantes do pleito.

Leia mais no jornal Correio do Estado
 

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!