domingo, 22 de julho de 2018

Em setembro, quase 80% dos inadimplentes tinha dívidas de até R$ 250

12 OUT 2010Por Infomoney13h:09

Em setembro, a maioria dos inadimplentes (78,12%) tinha dívidas de até R$ 250, de acordo com o indicador da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e do SPC Brasil, divulgado na última semana.

Desse total, 36,64% dos consumidores tinham dívidas no valor de até R$ 50, enquanto 20,91% ficaram na faixa entre R$ 50,01 e R$ 100. Outros 20,57% deviam entre R$ 100,01 e R$ 250.

O levantamento também mostra que 10,02% dos consumidores tinham dívidas de R$ 250,01 até R$ 500 e 11,86% débitos que superavam R$ 500.

Motivos
Entre os motivos apontados pela CNDL para a maioria dos inadimplentes ter dívidas de baixo valor está a grande disponibilidade de crédito a juros baixos, o que favorece os parcelamentos das compras. Quanto maior o número de parcelas, menor o valor delas, apesar do montante pago em juros ser maior.

A inadimplência, por sua vez, deve-se ao acúmulo de obrigações e do comprometimento da renda por períodos mais longos.

Inadimplência
Segundo o levantamento, o número de registros no SPC Brasil registrou queda de 1,51% em setembro, na comparação com setembro. Além da melhora do cenário econômico, que propiciou elevação nos níveis de emprego e renda, a confederação também verificou que, em setembro, houve injeção de novos recursos na economia proporcionados pela restituição do Imposto de Renda, no valor de R$ 940 milhões, beneficiando mais de 1,1 milhão de pessoas.

Na comparação com setembro do ano passado, o número de registros avançou 1,77%. Por outro lado, no acumulado de janeiro a setembro, a queda foi de 1,61%.
 

Leia Também